quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Coisas que a vida ensina depois dos 30...

"Amor não se implora, não se pede, não se espera...
Amor se vive ou não.

Ciúmes é um sentimento inútil.
Não torna ninguém fiel a você.

Animais são anjos disfarçados, vivem na terra para mostrar ao homem o que é fidelidade.

Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.

As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você pros outros.

Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.

Água é um santo remédio.

O choro existe para o homem não explodir.

Ausência de regras é uma regra que depende do bom-senso.

Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

Amigos de verdade nunca te abandonam.

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

Há poesia em tudo.

Cada um faz a sua poesia, não importa se é poeta ou não.

A música é a sobremesa da vida.

Acreditar não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.

De tudo, o que fica é o seu nome e as lembrançs de suas ações.

Obrigado, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor.

O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças...

Não há vida decente sem amor.

E é certo: quem ama, é muito mais amado e vive a vida mais alegremente.

Sorria."

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Capítulo importante do diário de uma ex-obesa

Bem, demorei um pouquinho pra voltar aqui e dar notícias da minha cirurgia... mas por aqui está bem corrido!


Dia 11 completo 9 meses de cirurgia bariátrica, 33kg eliminados. Tenho consulta mensal com o meu cirurgião e com um clínico geral da equipe. Tenho pecado um pouco com relação a nutricionista, mas uma das minhas promessas pra 2011 é cuidar um pouco dessa parte também.

Essas consultas mensais são para monitorar a perda de peso, que agora é beeeem mais lenta (estou perdendo por volta de 2kg por mês) e também para avaliação do meu estado geral, controle de exames, vitaminas...

Minha alimentação hoje é muito melhor do que antes da cirurgia, como pouco e com melhor qualidade.

Sim, claro que eu como bobagens!!!

Como doce (com alguns episódios de dumping pelo caminho), tomo refri (zero), como pizza (geralmente opto por comer o recheio e deixar a massa, devido ao pouco espaço físico), como xis, batata frita...

Claro que não faço isso todos os dias! É de vez em quando... mas não me privo de nada.

É claro também que não consigo comer muito.

Pizza, mesmo retirando parte da massa, consigo comer uns 3 pedaços (nem perto das 16 fatias de antigamente), quando como xis, geralmente peço um mini e ainda assim não como tudo...

O que importa é que o comentário de que, quem faz redução de estômago nunca mais vai ter vida normal, não passa de lenda!

Não fiquei com nenhum tipo de intolerância. Claro que doces podem desencadear um mal-estar se comido em excesso e frituras também podem causar um certo "desconforto intestinal", mas tendo prudência a vida flui normalmente.

Se eu passo mal? Sim, já passei por alguns entalos e como disse acima, algumas poucas crises de dumping. Mas sempre consigo identificar o que fiz de errado. As vezes, como na quantidade certa os alimentos certos, mas comer rápido demais e não mastigar o suficiente, podem ser fatores que determinam entalos e sensações de estufamento.

Se eu já vomitei? Não, nunca!
A única vez que "voltou" algo, foi num dia que "esqueci" da cirurgia e tomei um copão de água de uma vez só. Automaticamente precisei cuspir o excesso de água, pois literalmente não coube no
meu estômago.

Estou imensamente feliz com o resultado!

Feliz por ter novamente disposição física pra fazer algumas coisas que antes não conseguia.

Feliz por entrar em qualquer loja e saber que vou encontrar roupas do meu tamanho.

Feliz por estar em paz comigo mesma, com a auto-estima em dia.

Feliz por ver o orgulho da minha família e dos meus amigos.

Feliz por ter a certeza de que sou uma vitoriosa e sirvo de exemplo pra pessoas que enfrentam a mesma doença que eu.

Mas nenhuma vitória se constrói sozinha, e quero aqui agradecer publicamente a todos aqueles que, de uma forma ou outra, me ajudaram nesse período díficil que abrange desde a decisão de optar por uma cirurgia como essa, até as metas serem atingidas.

Em primeiro lugar, quero agradecer ao Dr. Sérgio Pioner, nosso "anjo". Um médico não só de profissão, mas sim de alma. E também, agradecer a toda a equipe, inclusive pelas puxadas de orelha (né Dr. Fernandão? rs)

Agradecer também ao meu grande amigo Alex, que foi quem me indicou o Dr. Pioner. O Alex fez cirurgia também e teve uma recuperação maravilhosa, tendo sido esse um fator determinante na minha decisão.

Agradecer a minha família, por ter respeitado minha decisão e me apoiado (mesmo ficando com alguns cabelos brancos a mais).

Ao meu marido, por ter ficado do meu lado incondicionalmente e ter cuidado de mim no pós-cirurgico, sempre com muito carinho e dedicação.

Aos meus colegas de trabalho e meus amigos que, em meio a uma tentativa desesperada, brigaram comigo tentando fazer com que eu desistisse da idéia (né chefe? né Apa?), o que de certa forma me fez perceber ainda mais o quanto as pessoas se importam comigo e isso me deu ainda mais força pra seguir em frente e ter sucesso na minha decisão.

Estou quase atingindo a meta de peso que foi determinada, faltam apenas 5 kg, e essa vitória dedico a todos vocês.

Agora estou prestes a entrar em outra etapa do tratamento para a obesidade que iniciou com a cirurgia bariátrica. Vou precisar fazer algumas cirurgias plásticas corretivas para retirada do excesso de pele proveniente da redução de peso. Inicialmente, vou fazer dermolipectomia abdominal, que será complementada com uma dorsoplastia (lipoescultura) e um inxertinho do bumbum pra dar uma "calibrada no pandeiro", hehehe

Já estou fazendo alguns exames pré-cirurgicos, mas ainda preciso eliminar esses 5kg que faltam. Pretendo operar por volta de fevereiro-março de 2011.

Feitas todas as plásticas necessárias, devo retirar por volta de 5kg entre pele e gordura localizada, o que totalizaria menos 10kg do que estou hoje. Sinceramente, não vejo necessidade de eliminar mais peso do que isso.

Hoje, meso com pelancas pra todos os lados, já me sinto uma pessoa magra.

Agora a contagem regressiva é para essas novas cirurgias...

Bem, mas isso é uma outra história...

Beijinhos

sábado, 23 de outubro de 2010

E viva a Democracia!!!!


Estamos presenciando hoje no Brasil, sem dúvida nenhuma, a maior união democrática de todos os tempos!!!!

Somos 190 milhões de brasileiros unidos no mesmo pensamento e aguardando a chegada do grande dia!!

O dia que acaba o horário político...

Blergh...

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Educação Sexual

Vídeo vencedor do prêmio Educação Sexual da OMS.

Parabéns aos criadores!


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Só as mães são felizes?

Quem aí já perdeu o filho, mesmo que por alguns minutos, em um local público?
Eu já havia passado por isso quando a AC tinha menos de 2 anos.
Ela estava passando por baixo das araras de roupas de uma loja com meu irmão, quando em uma dessas ele apareceu sozinho.
Imediatamente saímos correndo procurando por ela.
A minha primeira reação foi correr pra porta, assim, nem que eu ficasse ali até as 10 da noite, ninguém sairia com ela. Mas quando eu estava correndo em direção a porta, enxergo aquele "coqueirinho" correndo por entre as roupas.
Peguei, falei bem séria com ela, e fomos embora. Ela queria descer pra olhar as coisas, caminhar pelo shopping, mas não deixei. Ela foi no colo, chorando, até o carro e ficou de cara amarrada um bom tempo comigo.
Sem sentimento de culpa nem ressentimentos. Fiz o que achei certo pra educá-la na hora.
Mas ontem foi beeem diferente...
Fomos almoçar no acampamento farroupilha de Esteio, que fica no parque de exposições Assis Brasil (onde é realizada todos os anos a Expointer).
Terminado o almoço, AC me pediu um negrinho (ou brigadeiro, como preferirem) e saímos pra buscar.
No meio do caminho ela trocou de idéia e resolveu pedir um churros. Comprei o churros, depois ela pediu um catavento.
Parei na barraquinha que estava vendendo cataventos e fiquei olhando umas bijuterias com minha mãe. AC estava ao lado, segurando minha perna.
Em um segundo de distração, quando saí da barraquinha, não encontrei a criança.
Não sei explicar aqui a sensação que tive.
Naquele momento, eu tinha a mais absoluta certeza de que tinham roubado a AC.
Comecei a chorar, gritar por ela e correr feito uma maluca atacando todas as pessoas no caminho perguntando se alguém tinha visto uma menininha com as características dela.
Todas as pessoas que viram meu desespero, pararam imediatamente o que estava fazendo e saíram em busca da AC também.
Comecei a chamar por um policial, pois na minha cabeça alguém tinha pego a AC e eu queria que um policial fosse até o portão de saída pra impedir que alguém tentasse sair com ela (o que é inútil, pois o parque é imenso e tem várias saídas... fora que, se é alguém mal-intencionado, pode pular um muro, se esconder num mato...). Uma senhora me pegou pelos ombros e me guiou até o palco pra pedirmos ajuda no microfone.
Quando estávamos chegando no palco, ouvi um "´tá ali!", e vi uma moça pegando a AC no colo e correndo na minha direção.
Me abracei nela e chorava tanto que não conseguia nem responder as pessoas que falavam comigo.
Minha mãe veio correndo, chorando também.
A única coisa que eu conseguia pensar era em ir pra casa.
Ela voltou ao piquete onde tínhamos almoçado pra buscar mais suco. Na cabecinha dela, ela não fez nada de errado.
Sempre critiquei as mães que perdem crianças tão pequenas e perder a minha, do contrário do que possa parecer, não me fez mudar de opinião. Continuo criticando!!!!
Não adianta vir com o papo de que isso acontece, que as crianças nos cegam, que pode acontecer com qualquer um...
Eu não tinha o direito de me distrair, de ficar olhando porcarias ou invés de prestar atenção nela.
Quando quero comprar algo pra mim, quando preciso sair pra fazer algo específico, procuro nem levá-la. Sempre defendi que programa com criança é pra fazer coisas pra criança. Sempre defendi que criança não tem obrigação de bater perna em shopping olhando vitrines com os adultos. Sempre segui isso a risca e quando saio sozinha com ela, geralmente paramos apenas pra ver vitrines de brinquedos ou roupas pra ela...
E de repente, me vejo mordendo a língua dessa maneira...
Em resumo: estou até agora trêmula, com muita dor de cabeça e com a sensação de ser a pior mãe do mundo...

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Confessando...

Confesso que ando com a minha paciência bem curta, me sinto um "Sr. Saraiva";
Confesso que estou me sentindo muito bem com meu corpo, mesmo com as pelancas caindo;
Confesso que estou muito chata pra comprar roupas;
Confesso que estou repensando algumas atitudes e algumas pessoas;
Confesso que a AC me realiza como mãe e não tenho certeza se quero outro filho;
Confesso que meu maior medo é de ter uma criança chorona ou birrenta, pois não tenho paciência messsmo;
Confesso que tenho vontade de sacudir algumas pessoas;
Confesso que pessoas que tem sempre o mesmo assunto, que pessoas limitadas, me chateiam muito;
Confesso que estou perdendo o controle sobre a bagunça da minha casa, não consigo manter nada organizado;
Confesso que não estou conseguindo estabelecer um horário pra estudar pra prova da OAB;
Confesso que estou odiando a cor do meu cabelo;
Confesso que estou fazendo o possível pra me habituar a rotina de academia, mas que é phóda;
Confesso que estou cada dia mais cética e racional em todos os sentidos;
Confesso que preciso sempre segurar a minha língua, pois ser sincera demais nem sempre é bom;
Confesso que tenho medo de me tornar incrédula com relação as pessoas;
Confesso que minha imaginação é fértil demais e caio na risada com muita facilidade;
Confesso que estou com a pele toda manchada e não tenho paciência pra usar filtro soltar;
Confesso que não vou mais dar bola pras opiniões alheias e seguir sempre fazendo o que quero;
Confesso que já tem uns 3 meses que não leio um livro;
Confesso que não estou mais acompanhando blogs que adoro e vou voltar a fazer isso o quanto antes;
Confesso que estou bem mais off do orkut e facebook e que isso tem me feito muito bem;
Confesso que detesto confessar...

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Mudança de opinião

É impressionante a rapidez com que mudamos de opinião quando estamos em situação de risco.

Um tempo atrás postei aqui no blog a insistência de alguns bandidinhos, entrando na minha casa para roubar passarinhos (Calma gente! Possuímos licença do IBAMA...).

Semana passada vivemos o mesmo terror.

Minha vizinha chamou e perguntou se eu não tinha percebido que haviam entrado na minha garagem. Sinceramente, não tinha visto!

Achei estranho o fato do armário da área de serviço estar com todas as portas abertas, mas pensei que meu marido tivesse esquecido de fechar ou... sei lá!

Enfim...

Entraram e levaram nosso cortador de grama (querido bandido, caso esteja lendo isso, saiba que Cristiano agradece).

Perdoem-me pela expressão, mas fiquei puta da cara!!!

Conversamos sobre reforçar ainda mais a segurança da casa no outro dia.

Na outra noite percebi que meu marido levantou durante a madrugada e foi espiar na janela. Levei um susto quando ele falou: "Não quero te mentir, mas acho que roubaram o pato da tua avó..." (um pato de porcelana que era da minha avó e estava no jardim)

Daí pirei de vez!

No mesmo dia mandamos "lacrar" um espacinho minúsculo que tínhamos nos fundos, entre a grade e o telhado da garagem, colocamos sensores de presença na garagem, arrancamos duas árvores que poderiam estar auxiliando a entrada dos visitantes, reforçamos a cerca elétrica e trocamos a bateria por uma mais forte.

E agora o meu maior desafio: compramos um CACHORRO!

Meodeosdocéu! Quem me conhece sabe o quanto isso é um desafio real pra mim! De-tes-to cachorro. Sempre gostei de gatos, mas cachorro não é comigo. Acho cachorro um bichinho dependente demais, meloso demais, barulhento demais, fedorento demais, que faz cocô demais...

Fora que, de uns anos pra cá, desenvolvi um medo absurdo de cachorros! Atravesso a rua se achar que a carinha do bicho é meio suspeita.

Mas frente aos últimos acontecimentos, não me restou nenhuma outra alternativa.
Estudamos brevemente algumas raças para tomar a decisão mais ajustada.
Consideramos as seguintes raças: pitt bull, rottweiller, pastor e boxer.

Acabamos ficando com o boxer em razão da docilidade com crianças, ter o pelo mais curto e isso implicar em menos sujeira e por ser um cachorro relativamente mais quieto que um pastor.

Pois bem, então apresento-lhes a nova integrante da família: Claire!

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Eu quero ter um milhão de amigos...

... e assim mais forte poder cantar!!!!
Ah, os amigos! O que seria de mim sem eles???

Sinceramente, não sei.
Sou uma pessoa extremamente passional com relação a meus bons amigos. Não tenho meio termo, pois se gosto de alguém, gosto muito, e essa pessoa tem o meu melhor.

As vezes não sou muito bem compreendida, mas não me importo não. Faço o que me faz feliz, o que me deixa em paz comigo.
Já fui criticada várias vezes por várias pessoas. Mas levo comigo aquela máxima, que "os amigos são os irmãos que escolhemos."


Uma reunião informal no meio da semana, vira um "evento"!

Que os meus amigos virtuais não se sintam excluídos. Vocês são muito mais reais que muitos amigos próximos fisicamente! E tem também aquelas pessoas próximas que o dia-a-dia e a rotina dão um jeitinho de afastar, mas que hoje em dia, com todos os sites de relacionamento e facilidades do mundo virtual, conseguimos manter contato e cultivar uma amizade bem legal!
Tem aquele amigo que te conhece pelo olhar, pela voz... esse é aquele amigo que aparece quando é chamado nas horas boas, e nas horas ruins simplesmente aparece! É inexplicável...


Algumas: Melina, Tamara, Cátia, Dedra, eu, Vivi e Vani

Alguns: Apa, Frank, Márcio, Cris, Thiago e Toco


Meus colegas de trabalho, pessoas com quem passo a maior parte do meu dia, formam uma espécie de sub-núcleo familiar e também são pessoas muito importantes. Não basta apenas serem colegas de trabalho, é preciso que exista um sentimento de amizade envolvido. Caso contrário, a convivência diária se torna massacrante e o ambiente sobrecarregado.

Penso que a amizade é sim o sentimento que origina os demais. Muitos atribuem o sucesso de um casamento, por exemplo, ao amor. Julgo que apenas amor não é suficiente para manter uma relação estável. É preciso mais... É preciso cumplicidade e isso vem junto com uma relação de amizade sólida.

Dentro de uma família, a amizade sem dúvida é o diferencial! Pais não podem ser apenas provedores do lar, eles precisam ser, antes de qualquer coisa, amigos dos filhos. Um relacionamento baseado na amizade, na confiança recíproca, com certeza tem tudo pra dar certo!

É o amor amigo.

As relações que tem como lastro uma amizade verdadeira, transcendem a materialidade, o convívio diário, a rotina... formam laços que estão aquém do que podemos compreender e expressar.

Com a proximidade do dia do amigo, quero aqui propor um brinde a amizade! Um brinde ao maior tesouro que podemos adquirir: a amizade verdadeira! Aos meus amigos de ontem, aos meus amigos de amanhã. Tim-tim!


"Abençoados os que possuem amigos, os que os tem sem pedir. Porque amigo não se pede, não se compra, não se vende. Amigo a gente sente."

(Machado de Assis)

sábado, 10 de julho de 2010

3 aninhos!!!!

Minha bebê completou 3 aninhos nos últimos dias!!

Sua festinha foi um Circo. Ela simplesmente adorou e curtiu cada segundinho...



Vem cá... onde fica a tênue linha que separa um bebê de uma criança?

Até que idade podemos considerar bebê? Quando um bebê se transforma, de vez, em criança?

Sei não... acho que depende de quem é filho...


Se é nosso, vai ser bebê por um bom tempo... talvez até os 40 anos!

Se é dos outros... bem... daí pode ser mais fácil responder...


Te amo minha bebê!!!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Com brasileiro não há quem possa...

Ok. É Copa do Mundo.

Como sempre, um circo foi montado e o povo se uniu como nunca pra torcer pela seleção.
No país, 190 milhões de técnicos de futebol (até aqueles que, como eu, não sabem a diferença entre impedimento e pênalti, arriscam seus palpites furados...).
Mas o "pior" aconteceu: Brasil eliminado (Oh no!! Vamos precisar voltar a trabalhar!!!!)

Por mim, beleza! Tirando o fato do meu irmão de 7 anos ter ficado inchado de tanto chorar com a eliminação, não me importo.
Mas imediatamente após a eliminação, comecei a ler comentários conflitantes do orkut e facebook, e isso tudo acabou me tirando do sério...
Não acompanho futebol e não entendo porcaria nenhuma.
O que sei é que o Dunga andou afrontando a grande rede do PLIM-PLIM (deixo claro aqui que, por essa atitude, nada futebolística, ele tem meu aplauso) e acabou virando uma espécie de Deus! Foi aclamado em orkut, facebook, teve vários vídos lançados no youtube e várias sátiras em programas escrachados como Pânico e CQC.

Mas isso até a eliminação...

Hoje, uns dias após a eliminação da seleção brasileira, ele está sendo criticado, chamado de arrogante e tudo mais... isso não me assustaria nada em condições normais. O que me apavora, é que as mesmas pessoas que agora o ofendem, estavam em plena defesa até poucos dias!!!

Detesto essas atitudes "vira-casaca" que o pessoal tem por aí!

Vamos ter um pouco mais de coerência minha gente!!! Ninguém aqui ganharia nada se o Brasil chegasse a final! Ou vai me dizer que o chefe prometeu aumento de salário de o Brasil fosse hexa???
Concordo que vale a brincadeira! Eu também tocava "vuvuzela" e gritava gol. Mas agora DEU!

Se a população se unisse pra resolver os problemas sociais e pra cobrar os políticos da mesma maneira que se une pra torcer pela seleção, com certeza o Brasil campeão!!! Não tenho dúvidas!!

terça-feira, 15 de junho de 2010

LOST

CUIDADO: ESSA POSTAGEM POSSUI SPOILERS!!!

Assisti a todas as temporadas de Lost.

No início, todo o mistério que envolvia a série me fascinava.

Não sei ao certo quando deixei de curtir Lost... acredito que foi em algum momento entre a 4ª e 5ª temporada.

Não consegui viajar o suficiente e acompanhar a hisória, mas mesmo assim continuei assistindo! No final da 5ª temporada confesso que já estava assistindo "na marra" pra não ficar de fora das rodinhas de conversa.

Quando iniciou a última temporada, decidi que assistiria mesmo sem vontade. Poxa, passei 5 anos da minha vida assistindo Lost e não deixaria de assistir aos episódios que explicariam todos os mistérios que me envolveram por tanto tempo.

E, pra minha surpresa, ao terminar o último episódio, fiquei olhando por alguns segundos pra tela do meu notebook, pasma! Ficaram muitas perguntas pendentes...

Talvez eu experimente algum tipo de droga, algum entorpecente/alucinógeno e assista novamente a última temporada.

É preciso um alto grau de abstração da realidade pra conseguir compreender o sentido de tudo que os escritores tentaram demonstrar ali (se é que eles mesmos sabem o que eles realmente tentaram dizer com tudo aquilo...).

O último episódio de Lost foi uma mistura de misticismo, religiosidade, fé e psicologia. Ou simplesmente uma viagem sem explicação.

Tentam demonstrar que precisamos crer em algo sem questionar o que essa força realmente está nos imputando (a luz do centro da ilha). Deixa claro que nem sempre essa tarefa é fácil e que podemos encontrar obstáculos e pessoas dispostas a atrapalhar nossos planos (a fumaça negra).

Que todos que estavam perdidos precisam passar por provações (purgatório?) até alcançarem o crescimento espiritual e a libertação.

A grande sacada que sou obrigada a reconhecer, é o nome do seriado.

Inicialmente, LOST foi associado ao fato de sobreviventes de um trágico acidente aéreo se encontrarem completamente perdidos em uma ilha deserta no meio do pacífico.

Fazendo uma análise mais profunda dos principais personagens, verificamos que, as pessoas não estão perdidas por estarem em uma ilha, e sim, estão perdidas dentro de sua própria vida.

Vou utilizar aqui a linha de raciocínio de uma amiga, pra ilustrar um pouquinho mais:

- Kate: pra defender a mãe de um canalha, acaba colocando fogo na casa e matando o cafajeste. Passa a ser fugitiva da justiça até que é capturada. Se sente completamente perdida e sozinha, pois nem a mãe fica ao lado dela. Adota o filho da Claire e se realiza como mãe.

- Sawyer: a mãe se envolve com um golpista quando ele era criança; o pai descobre, mata a mãe e se suicida na frente dele. Ele acaba assumindo o nome do golpista e dedica sua vida a caçar o homem que destruiu sua vida. Nessa caçada, mata o homem errado. Um lindo perdido... que futuramente encontra a redenção ao se envolver amorosamente com Juliet.

- Jack Shepard: um excelente médico que tinha um relacionamento complicado com o pai, se sentia inseguro em frente a ele. Era uma pessoa solitária, triste e perdida. É eleito líder pelo grupo e se sente responsável por eles.

- John Locke: recalcado devido ao acidente com o pai, que o jogou pela janela, e o deixou paraplégico. Se sentia perdido, e na ilha volta a andar e se torna líder.

- Claire: grávida, pretende dar o bebê para adoção, mesmo ficando com o coração dividido. Insegura do que pretende fazer, se sente perdida... Devido as circuntâncias, acaba demonstrando-se uma mãe zelosa durante o tempo que ficou com Aaron.

- Hugo Reyes: Se sente uma pessoa muito azarada, e acredita que ter ganhado na loteria é a causa de tudo isso. Vive em uma família histérica que só pensa no dinheiro dele. Se sente sozinho, perdido e compensa isso comendo. Uma

- Charlie: um roqueiro drogado... completamente perdido. Se apaixona por Claire e assume o bebê dela. Se recupera do vício ao se entregar a esse amor.

- Sun e Jin: o pai da Sun era contra o casamento, mas mesmo assim eles ficam juntos. Jin é um cara autoritário, não aceitando opiniões da mulher. Ela se envolve com outro homem e aprende a falar inglês sem que o marido desconfie. Se amavam muito mas não sabiam conviver e tinham um casamento infeliz, perdidos. As dificudades vividas na ilha fazem com que eles aprendam a expressar esse amor.

- Michael e Walt: pai e filho que não se conheciam, são obrigados a conviver. Ficam completamente perdidos na ilha, pois são estranhos um para o outro, mas com o tempo estreitam os laços.

- Sayid: um torturador do exército iraquiano, que vive em meio aos fantasmas daqueles a quem fez sofrer. Se apaixonou por uma das mulheres que deveria torturar (Nádia), que veio a morrer e o deixou completamente transtornado, perdido... Se apaixona novamente na ilha e passa a fazer de tudo para proteger seus amigos.

- Ben Linus: cresceu na ilha, na iniciativa Dharma. Sempre foi muito inteligente e nunca demonstrou ter sentimentos. Mata o pai que sempre o ignorou e o culpou pela morte de sua mãe. Vê sua filha ser morta a sangue frio e isso faz com que ele voltasse a ter sentimentos. Fica perdido, quer vingar a morte da filha e sair da ilha.

De qualquer maneira, insisto que o final de Lost não foi satisfatório pra mim! Deixaram muita coisa pra imaginação...

O que era, enfim, a Iniciativa Dharma? Quem era Charles Widmore e o que ele queria afinal? Se Jacob tinha poder sobre o tempo (lembrem que ele deu a "vida eterna" ao Richard), pq ele não ficou cuidando da ilha eternamente? O que eles tentaram expressar, exatamente, com aquela Fumacinha Preta?

E a pergunta que não quer calar: QUE PORRA SÃO AQUELES NÚMEROS??????? HEIN?????

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Mistérios da mente

A nossa cabeça realmente é uma caixinha de surpresas!

Imaginem vocês que estou completando 3 meses de cirurgia bariátrica. Até agora, 20kg eliminados.

Quase não tenho roupas. Minhas calças foram aposentadas e as poucas que ainda estão em uso só ficam no devido lugar se bem amarradas com um bom cinto (confesso que tenho ímpetos de comprar um suspensório...), minhas blusas estão enormes. Fiz uma "limpa" daquelas no meu guarda roupas!

Tudo que não me servia mais, foi passado a diante. Coisas que até poderiam servir, mas que não combinam mais com a "Manu 2010", também foram pra sacola.

Mantive minhas calças jeans, pois pretendo reformá-las enquanto meu emagrecimento não termina.

Hoje tenho 86kg. Saí da obesidade mórbida e estou agora na obesidade leve.
É muito bom ser obeso leve!!! Nem lembrava mais como era!!

Mas tudo isso pra dizer que, mesmo sem roupas, mesmo com todos me dizendo que estou infinitamente diferente, mesmo com a balança demonstrando a redução de peso... o espelho não denunciava isso!

Me olhava no espelho e enxergava a mesma gorda de antes. Não conseguia entender o motivo pelo qual as calças caíam, mas sei que tinha alguma relação com a mudança nos número da balança.

Mas não adiantavam os sinais. Lá estava eu em frente ao espelho, me sentindo a pessoa mais gorda do universo, e me escondendo de câmeras fotográficas pelo mesmo motivo.

Até que, na última quarta-feira, finalmente consegui ver a borboleta saindo de dentro do casulo.


Nessa montagem, finalmente, consegui ver meu emagrecimento com outros olhos.

Hoje conversei com o médico sobre isso. Ele me disse que é absolutamente normal, pois a perda de peso no início é muito rápida e nem sempre nosso cérebro acompanha o que os olhos veem. Disse também que vou passar novamente por essa sensação estranha, possivelmente mais duas vezes durante o tempo que falta para meu emagrecimento completo (o que deve ocorrer em pelo menos mais 9 meses).

Mas estou feliz! Muito feliz por conseguir ver meu esforço recompensado.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Efeito borboleta...

Blog criando teia de aranhas...
Mas voltei a trabalhar e algumas mudanças aconteceram.

Agora estou trabalhando na matriz da imobiliária, e o trabalho quadruplicou!! Estou feliz! Gosto disso... gosto do movimento, do "vuco-vuco".

Mas vamos tentar tirar o atraso por aqui.

A última vez que me pesei completava 26 dias de cirurgia, 13kg a menos.

Já saí da obesidade mórbida e estou agora quase saindo da obesidade moderada.

Muitas de minhas blusas, que estavam esquecidas em um canto do armário, já servem.
A maior parte de minhas calças jeans estão caindo, ficando no maior "estilo saruel". Dentro de alguns dias pretendo arrumar meu armário, mandar fazer o primeiro ajuste em algumas peças e retirar o que, definitivamente, não pretendo usar nem ajustando...

Minha alimentação está "relativamente normal".
Água está liberada, não preciso controlar a quantidade. Passo o dia bebericando...
No café da manhã como 1 ou 2 torradinhas com requeijão ou bolacha água e sal ou bolacha maria.
No meio da manhã posso tomar um pouco de iogurte (por volta de 100ml) ou então gatorade ou então alguma fruta.
No almoço posso comer coisas macias (ainda não como grãos nem folhas). Posso comer: purê, aipim, polenta, nhoque, massa, peixe, frango ou carne moída. As quantidades são bem pequenas, portanto não vou me preocupar agora com o valor calórico...
A tarde posso repetir o lanche da manhã e a noite geralmente uma sopinha...

Não estou achando nada sacrificante. Muito pelo contrário! Estou muito satisfeita com o resultado. Dificil mesmo é controlar a ansiedade pra ver os dígitos da balança cairem cada vez mais!

Pra ajudar nesse processo, caminhadas e pedaladas já estão liberadas. Mas, como boa desorganizada que sou, ainda não iniciei meus exercícios. Devo reinstalar meu simulador de caminhadas entre hoje e amanhã e vou passar a fazer alguns minutinhos por dia, assim que acordar.


Em breve fotos...

domingo, 28 de março de 2010

Aniversário do poeta...

Dia 27 de março de 2010 seria o aniversário de 50 anos de Renato Manfredini Júnior, Renato Russo, que faleceu em 1996 vítima de complicações decorrentes da AIDS.

Quem conhece e admira a obra de Renato Russo e da Legião Urbana, compreende meu saudosismo e compartilha do mesmo sentimento de perda que eu.

O rock brasileiro, ao longo das últimas décadas, tem ficado órfão de seus maiores poetas: Renato Russo, Cazuza, Raul Seixas...

Mas, como uma verdadeira e grandiosa obra não finda tão facilmente, novas gerações continuam a admirar os seus trabalhos, mantendo viva assim a essência de uma música de qualidade!!!!

Aqui, uma pequena homenagem:

Love in the afternoon
(Renato Russo)

"É tão estranho, os bons morrem jovens

Assim parece ser, quando me lembro de você

Que acabou indo embora cedo demais.



Quando eu lhe dizia - me apaixono todo o dia

E é sempre a pessoa errada


Você sorriu e disse - eu gosto de você também



Só que você foi embora

Cedo demais



Eu continuo aqui, com meu trabalho e meus amigos

E me lembro de você em dias assim


Um dia de chuva, um dia de sol


E o que sinto não sei dizer



- Vai com os anjos, vá em paz

Era assim todo o dia de tarde, a descoberta da amizade


Até a próxima vez, é tão estranho


Os bons morrem antes


Me lembro de você, e de tanta gente que se foi


Cedo demais



E cedo demais


Eu aprendi a ter tudo o que sempre quiz

Só não aprendi a perder


E eu que tive um começo feliz


Do resto não sei dizer



Lembro das tardes que passamos juntos

Não é sempre mas eu sei


Que você está bem agora


Só que nesse ano o verão acabou cedo demais"

quinta-feira, 25 de março de 2010

Repassando a lista de resoluções para 2010

Já estamos quase na páscoa e senti necessidade de rever minha listinha de resoluções para 2010.

A essa altura do ano, algumas coisas já precisam estar em andamento, caso contrário, vai chegar dezembro novamente e me verei obrigada a refazer a lista utilizando metas antigas.

Vamos lá!

1 - emagrecer (essa tá em todas, hahaha)
- SIM! Gastroplastia realizada em 11/03 e até agora 10kg eliminados.

2 - estabelecer uma rotina de estudos e cumpri-la (HAHAHAHAHA) - Não

3 - "destralhar" a minha casa, me livrando de tudo que não uso - Não. Já comecei um destralhamento, mas ainda tem muita coisa pela frente.

4 - ter mais paciência com todas as pessoas, ser menos "Saraiva" (ixi...) -
Não

5 - me cadastrar como doadora de medula óssea -
Não

6 - refazer meus documentos, atualizando meu nome
- Não

7 - manter as minhas unhas em ordem - SIM

8 - aproveitar melhor meu tempo com a AC
- SIM. Mas sei que posso melhorar esse ponto também.

9 - ler mais -
SIM

10 - não consultar o "Dr. Google"
sempre que tiver qualquer dorzinha boba ("Pai Google" pode realmente saber tudo, mas nem sempre é um bom médico...) - SIM. Tenho evitado ao máximo fazer essas pesquisas.

11 - fazer a tatoo do meu pé (ou desistir da idéia por completo) -
Não

12 - ir mais a redenção e ao gasômetro
- Não. Até agora não fui nenhuma vez...

13 - aprender de uma vez por todas a usar filtro solar, pelo menos no rosto e nas mãos (pela 10ª vez...) -
Não

14 - fazer uma limpeza virtual no computador e na internet, descartando tudo e todos que não preciso/uso/não me fazem bem
- Não

15 - conhecer mais amigos virtuais
- SIM. O orkontro em SP foi maraaa e esse ano ainda teremos mais dois, um em Bento e um em Gramado, de comunidades diferentes!!! Tô adorando!

16 - assistir mais séries/filmes
- SIM

17 - me concientizar de que não sou uma centopéia e não comprar zilhões de sapatos... (já melhorei, mas sempre há o que melhorar!) - SIM. Não tenho mais comprado sapatos desesperadamente!

18 - cultivar mais as amizades que tenho e sempre buscar novas (barbada!!)
- Não. Sempre vou achar que posso melhorar esse item.

19 - assitir novamente a peça Tangos e Tragédias, no Theatro São Pedro (e de quebra, bancar a tiete e fazer foto com os caras!!)
- Não. Agora só em 2011

20 - ir menos a pizzarias (se fosse fácil não teria graça colocar na lista né?)
- SIM. Agora com a gastropastia isso vai ser barbada! kkkkkk

21 - catalogar meus livros, CDs e DVDs (deve ser a 10ª vez que entra em uma listinha...)
- Não

22 - reler O Pequeno Príncipe (pela milhonésima vez...)
- Não

23 - fazer um curso de italiano (pode se
r até virtual) - Não

24 - fazer um cursinho de fotografia (pode ser virtual também)
- Não

25 - estabelecer uma rotina/maneira/plano-diabólico/milagre/seja-lá-o-que-for para manter minha casa em ordem (aceito sugestões)
- Não

26 - estabelecer uma rotina de "jantar em família" e acabar com o "lanchinho da noite" (ahã...) -
SIM. Graças a gastropastia também.

27 - reduzir drásticamente o consumo de refrigerante (bah, quero só ver...) - SIM. Por motivos óbvios

Acho que estou indo bem!

Boa parte da listinha já foi cumprida e acredito que até o final do ano tenho condições de completá-la.

E segue o baile!!!!!!

sábado, 20 de março de 2010

Então tá!! Já foi!!!

Poi zeh! Fico uns dias sem passar por aqui e volto cheia de novidades.

Ja fiz minha cirurgia!!!

Operei dia 11/03, as 13hs, no Hospital Sao Francisco, na Santa Casa de Porto Alegre, pelas mãos do maravilhoso Dr. Sergio Pioner.
Só tenho que agreceder a toda a equipe médica, ao Dr. Pioner e a enfermagem do hospital. São todos excelentes profissionais! Muito 10!

A cirurgia durou cerca de 3 horas. A técnica utilizada foi o baypass e a imagem abaixo ilustra a técnica.
Consiste em uma redução do estômago, isolando cerca de 90% dele através de grampos. Também é feito um encurtamento do intestino, isolando a maior parte que é responsével pela absorção de gorduras.

Minha cirurgia foi videolaparoscopica, o que me permitiu uma recuperação mais rápida e praticamente sem dores. A única dor que senti e ainda sinto, se resume ao local onde ficava o dreno. Uma porcaria tão chata e nojenta quanto necessária.

No dia posterior a cirurgia eu ja conseguia caminhar pelos corredores, tomar banho tranquilamente, ficar sentada por quanto tempo quisesse.

Esse é o "Fernandão", que me acompanhou durante as caminhadas nos corredores do hospital.

Um fato curioso: no dia posterior a cirurgia, quando é extremamente proibido ingerir qualquer líquido, não me deixaram sequer escovar os dentes!!! Isso mesmo!! Coisa de doido, mas foi assim mesmo...

Bem, no sabado ja iniciou a dieta liquida. 30ml de agua de hora em hora. No domingo a dieta aumentou para 30ml de agua + 30 ml de "dieta" (sucos, chás...).

Tolerando bem o aumento, na segunda a alimentação aumentou para 50ml de agua + 50 ml de dieta e a retirada do soro.
Novamente, tolerando bem o aumento da dieta e a retirada do soro, a tão esperada alta hospitalar na terça a tarde!!!!

Entrei na sala de cirurgia com 106kg e sai do hospital com 101,7kg!!!

Com Dr. Sergio Pioner, no momento da alta

Mais duas amigas que conheci na comunidade do Dr. Sergio no orkut, operaram no mesmo dia e tiveram alta taméem no mesmo dia.
Por um descuido, acabei nao fazendo foto com uma delas, a Luciane.

Com Khadine

Em casa seguir os horários é um pouco mais complicado... como não sinto nenhuma fome ou sede, é fácil esquecer e acabar pulando horários. O que aumenta o risco de desidratação, que não é nada legal...

Quando completei uma semana de cirurgia, fui me pesar (prefiro aquelas balanças de contra-peso, pois julgo mais corretas) e quase cai pra trás!!!

7 dias de cirurgia, 7 kg OFF!!!!!

Feliz eh pouco!!!

Já fui ao mercado e ao shopping, mas confesso que por enquanto é muito cansativo e acabo voltando pra casa exausta! Talvez pela redução drástica de alimentos que meu organismo estava acostumado a receber.

Quando completar 15 dias de cirurgia, retiro os pontos e devo iniciar a dieta pastosa. O risco de fístula diminui consideravelmente e aumenta a quantidade que deve ser ingerida para 150ml por hora.

Será que consigo??? Parece pouco, mas pra quem tem o estômago do tamanho de uma caixinha de fósforos, é muuuuuuita coisa!!!

Bom, então, a partir de agora, esse blog também vai virar uma espécie de "Diário de uma gastroplastizada".

Bjss

sábado, 6 de março de 2010

Show do Nando Reis

Dia 04/03 - Show do Nando Reis e os Infernais, na reabertura do Bar Opinião, em Porto Alegre.

Meu gosto musical é super restrito, e Nando Reis é um dos personagens que facilmente pode ser encontrado na minha história!

Amo Nando Reis e toda sua obra.

Suas canções sempre falando de amor, de família, de amizade... de relacionamentos de um modo geral e sempre de maneira tão suave quanto divertida, me fazem fechar os olhos e viajar...

O Bar Opinião é uma das poucas casas noturnas que gosto, por julgar organizada e com um público um pouco mais selecionado.

Portanto, Nando Reis abrindo a temporada de shows do Bar Opinião, é praticamente uma intimação!
Esqueci que era quinta-feira e que teria que trabalhar no outro dia, esqueci que minha filha teve uma reação alérgica a uma medicação, esqueci que era aniversário de uma grande amiga (beijo Vani!), reuni parte da minha ograda querida e fomos pro Opinião!
O início do show atrasou quase 1 hora, meus pés doeram a ponto de me fazer ficar de pés descalços o show inteiro, mas só posso dizer que valeu cada segundo que estivemos lá e cada centavo que foi investido.

Nando Reis é o máximo! Divertido em palco, carismático e carinhoso com os fãs, fez a platéia ir ao delírio cantando sucessos antigos e apresentando novas canções.

Como coloquei no meu status do orkut no dia posterior ao show: "Ingresso Opinião: R$60. Smirnoff Ice: R$ 8,00. Ver Nando Reis cantando Relicário ao vivo: NÃO TEM PREÇO."

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Apenas acesso local

Quem mora em Esteio está conhecendo o verdadeiro significado da palavra CAOS desde que a Corsan resolveu fazer obras pelas ruas de toda a cidade, visando a troca de toda a rede de esgotos.

Concordo que é louvável a iniciativa, que essa medida, a longo prazo, trará benefícios imensos para a cidade e blá blá blá!!

Não estou questionando a importância de tudo que está sendo feito!!

Só quero parabenizar publicamente o organizador desta obra!!!

Meu amigo(a), PARABÉNS!!!

Sim, parabéns!!!

Pois alguém, dotado de capacidade pra deixar o trânsito em tamanha desordem, merece ser parabenizado!!!

Não é muito fácil ser tão desorganizado assim!!!

Quem é de Esteio com certeza está me entendendo, mas vou explicar um pouco melhor o que está acontecendo...

Com a troca da rede de esgoto, obviamente é preciso interditar as ruas nas quais se está trabalhando.
O que ocorre aqui, é que estão trancando as ruas centrais da cidade e seus principais acessos, de maneira completamente desordenada e ao mesmo tempo!!!

E sendo assim, ficamos sem opções! Para andar no centro de Esteio, é muito melhor e mais fácil deixar o carro na garagem e encarar a aventura caminhando! Mas mesmo assim, deixo claro que é complicado.

Ontem, entrei na rua onde fica a Escola Adventista, que é a maior escola particular da cidade, e, no meio da quadra, me deparei com cavaletes e fitas cor-de-laranja isolando o local! Bem em frente a escola!!!

Agora me expliquem pq raios não realizaram as obras na frente da escola no período de férias escolares??? Deixaram pra iniciar as obras nessa rua justamente na primeira semana de retorno escolar!!

Sem dúvida, isso merece uma salva de palmas!!!!


A rua, que é pequena e de mão-única, estava completamente lotada com carros e vans escolares e precisei voltar de ré até a avenida principal para conseguir sair dali!!!

Fortes emoções... blergh!!

Como as obras serão em toda a cidade, não quero nem imaginar quando terminarão. Já ouvi vários prazos e o mais bizarro deles é 2017... Se realmente as obras forem até lá, quando terminarem já estará em tempo de iniciar novamente...

E assim vamos "construindo um chafariz no meio da praça", mostrando que estamos trabalhando...

Vou te contar, viu! Afão!!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Acabou o horário de verão...

... e eu já estou sentindo saudades!

Fico completamente perdida nos primeiros dias da troca de horário. Tenho fome e sono nos horários errados...

Mas minha gente, por favor, me ajudem a esclarecer uma dúvida. Se o tal horário de verão serve para economizarmos mais energia pelo fato de termos dias mais longos, porque não manter o horário "econômico" por mais tempo??

O horário de verão acabou no auge do calorão aqui no sul!!! Poderíamos perfeitamente ter pelo menos mais um mês de horário alterado, com dias mais longos e proveitosos!!!

Bem, como não sou eu quem faz as regras nesse país, vou apenas alterar meus relógios reais e biológico e me adaptar novamente a mudança...


Aliás, já terminou o horário de verão, o carnaval, as férias... bem que poderia terminar o Big Brother né?
Afão!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Como ser feliz em 2010

Tem uma guria muito louca que mora aqui em casa comigo e com meu marido. Ela tem 2 anos de idade e diz pra todo mundo por aí que é minha filha. Ela está sempre feliz. Muito feliz. Extremamente feliz. Tanto que resolvi adotar seus hábitos e comportamentos.
Segue a lista que preparei e que pretendo seguir com disciplina e rigor para ser muito mais feliz em 2010!

1 - Sempre que possível, corra peladão pela casa gritando: Tô peladãããão! Ebaaaa!
2 - Nunca perca a oportunidade de dar um beijinho ou um abraço em alguém que estiver ali, dando sopa;

3 - Não tenha medo de puxar conversa com alguém interessante. Aponte para o céu e diga: Óia, um avião grandão!". E siga conversando normalmente;

4 - Tire uma soneca depois do almoço, onde quer que você esteja (Lembrete: menos ao volante);
5 - Desenhe no box do banheiro enevoado pelo vapor. Ao concluir cada desenho ou mesmo apenas deixar a marca da sua mão impressa, diga "Ebaaaaa" e bata palmas;

6 - Vire cambalhotas. No mínimo 3 vezes por semana. Diga "Ebaaaaa" antes e depois de cada evolução;

7 - Pule na cama. Não muito perto da beirada. Diga repetidamente "Ebaaaaa-ebaaaaa-ebaaaaa!";

8 - Minta deslavadamente. Mas nunca em causa própria.

9 - Convide todo mundo pra tudo. "Vamo deitá no chão?", "Vamo tomá suco?", "Vamo naná?";

10 - Acorde bem cedo e berrando à plenos pulmões. Só pare quando alguém vier te abraçar;

11 - Tenha medo da sua comida;

12 - Acredite nas versões alternativas. Por exemplo: que um trovão pode perfeitamente ser um pum de um elefante voador gigante;

13 - Diga "obrigado" e "por favor" sempre, mesmo fora do contexto.

14 - Use o MSN Messenger e o Skype para fazer uma videoconferência com seus avós, durante a qual, dance, corra, vire cambalhotas e identifique interessantes partes do seu corpo como nariz e bunda;


15 - Mostre o seu pé para as visitas. Olhe de forma atenta e não sem curiosidade para a extremidade e comente: "Ó... o pé!". Depois de alguns segundo de silêncio respeitoso, sugira que a visita mostre o pé dela pra você;

16 - Convide a sua mãe pra passear quando ela menos espera;

17 - Encontra as formas ocultas nas coisas: uma torrada que parece um coração, um guardanapo dobrado que parece um pato ou uma luva que parece um cavalo. Diga "Ebaaaa" sempre que isso acontecer;

18 - Quando fizer uma gracinha que todo mundo gosta, repita;

19 - Chore rápido e esqueça porque chorou mais rápido ainda;

20 - Sinta orgulho das coisas que consegue fazer sozinho, mas nunca sinta vergonha de pedir ajuda pra quem você ama.

(Autor desconhecido)

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

DEXTER



Sinopse: Como um homem cujo trabalho é ajudar a solucionar os piores crimes de Miame durante o dia comete os mesmos atos brutais durante a noite? O que acontece numa cidade onde serial killers são perseguidos por um deles? Onde começa e termina a linha que separa um serial killer de um herói incomum?
"DEXTER" é uma história cheia de reviravoltas sobre um especialista em medicina forense da polícia que passa parte do seu tempo perseguindo assassinos que ultrapassam os limites da justiça. Mas será esse um caminho possível para um serial killer?

Interpretado por Michael C. Hall ("Six Feet Under"), Dexter é um personagem complexo cujo código moral e ações talvez sejam chocante para alguns - e totalmente injustificável para outros. Na superfície, Dexter é um homem bom e charmoso. Durante o dia ele é um especialista em sangue que trabalha ao lado da divisão de homicídios da polícia de Miami e vai além do seu trabalho para solucionar os assassinatos. Seu trabalho serve na verdade para ocultar sua verdadeira ocupação, a se serial killer, que consiste em matar aqueles que conseguiram escapar da polícia.

Logo se descobre a origem do seu comportamento: após ficar órfão aos 4 anos e guardar um traumático segredo, Dexter é adotado por Harry Morgan (James Remar, "North Shore", "Sex in the City"), um policial que reconhece as tendências homicidas dele e guia seu filho para mudar sua terrível paixão em dissecar humanos para algo mais construtivo.

Como todos os serial killers, o lado obscuro de Dexter é escondido das pessoas com quem ele passa mais tempo, principalmente daqueles que ele ama. Sua irmã Debra (Jennifer Carpenter, "O Exorcismo de Emily Rose"), que não desconfia de nada, é uma policial determinada, que sempre pede conselhos e profissionais para ele - desde sobre novos namorados até sobre uma série de mortes de prostitutas. A paixão por sua adorável namorada Rita (Julie Benz, "Buffy, a caça-vampiros", "Angel"), uma mãe solteira , faz com que ele enfrente a normalidade da vida diária.
Durante o horário comercial, o Dexter "normal" se empenha enquanto trabalha ao lado do durão sargento Doakes (Erik King, "Oz") que não faz questão de esconder seu desprezo por ele, da tenente LaGuerta (Lauren Velez, "New York Undercover"), a chefe da divisão de homicídios da polícia, e do detetive Angel Batista (David Zayas, "Oz") que ele praticamente considera seu parceiro e que tem um faro especial pelos detalhes dos crimes.


Imaginem uma série, um filme, uma novela... o que for, onde vocês vão torcer pelo bandido. Assim é Dexter...
Talvez essa série tenha ganhado tantos seguidores pelo fato de mexer com o sentimento de justiça que existe dentro de cada um de nós.
Óbvio que resguardadas as devidas proporções, muitos gostariam de "limpar a sujeira do mundo" como ele.
Não tenho nenhuma intenção de incentivar violência, até porque ainda acredito que o judiciário e a força policial tem condições de melhor exercer seu trabalho ser for melhor aparelhado pra isso. Mas as vezes me pergunto até que ponto o mundo não está realmente necessitando de serial killers como Dexter? Ou então, precisando simplesmente de pessoas astutas como ele trabalhando legalmente em prol da justiça...

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Feliz 2010!!!!!


Pronto! Acabou o carnaval!!!

Como todo brasileiro sabe, o ano só começa depois da quarta-feira de cinzas...

Gosto bastante desse clima de ziriguidum do carnaval. Só não consigo entender como algumas pessoas conseguem associar carnaval com funk ou outros ritmos ditos musicais altamente suspeitos.

Carnaval é samba minha gente! Samba enredo, samba de raiz!!!

Doeu meus tímpanos ter que aguentar "tô ficando atoladinha" no volume máximo dos carros que passavam a caminho do carnaval de rua na praia que estávamos.

Feitas essas considerações, só me resta desejar a todos e agora de maneira mais efetiva, um excelente 2010!!!!!!!

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Cirurgia

Bem, depois de um tempinho, volto a postar no blog com algumas novidades...

Tomei uma decisão um pouco radical, mas avaliando todos os prós e contras cheguei a conclusão de que, pra mim, é a única alternativa possível.

Vou me submeter a cirurgia bariátrica (a vulga redução de estômago). Sei que serei julgada por muitos, posso dizer que ja fui julgada inclusive por familiares e amigos próximos. Mas acredito que essa é uma reação natural de pessoas que se preocupam conosco e que querem o nosso bem.

Na verdade isso não está mais em fase de análise e tomada de decisões. Já realizei todos os exames pré-operatórios, estou fazendo acompanhamento com a psicóloga da equipe médica, estou terminando de fazer as avaliaçoes com todos os especialistas e devo entrar com o pedido de liberação da cirurgia junto ao convênio até o final do mês.

Justamente por isso fiquei um pouco afastada do blog. Colocando as idéias no lugar, correndo atrás dos médicos e fazendo meus exames. Cheguei a brincar que estou tomando uma overdose de jalecos brancos!!

Mell Dells!! Acho que essas exigências todas servem na verdade pra fazer uma espécie de triagem... Muitos devem desistir no caminho, hehehe

Mas não tem problema... não desisto não!

E como não poderia deixar de ser, nesse check-up acabei encontrando algumas zicas que desconhecia.
Descobri que minha pressão esta alterada e que sou uma forte candidata a ser hipertensa; descobri que tenho gastrite crônica, esofagite e duodenite. Descobri tambem dois pólipos no estômago que ja foram retirados.

Ou seja, só é 100% saudável quem não foi exaustivamente examinado!!!

Assim que marcar a cirurgia volto a dar notícias sobre este assunto!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Orkontrando por aí: SAMPA

Dia 15/01, primeiro dia de férias, embarquei rumo a São Paulo (ou São Pedo, como diz a AC) pra encontrar com amigas muito queridas que conheci no orkut.

AC nas nuvens...

Algumas eu já conhecia pessoalmente desde que fui a SP em junho/09, mas nem tivemos muito tempo pra aproveitar...

Agora fui exclusivamente com o objetivo de conhecê-las.

Combinei anteriormente com a Renata e fizemos reserva no mesmo hotel, que ficava em frente ao Morumbi Shopping.

Minha amiga Déia e meus afilhados foram junto.

Fizemos check-in e fomos almoçar no shopping, onde encontrei algumas Mafagafas! Giovana, Priscila, Paula e Cá, com seus respectivos pimpolhos.
Com Paula e Vic

Com Priscila, Gi e Ca + crianças

Adorei conhecer pessoalmente cada uma de vocês!!!

A tarde, encontrei, finalmente, minha amiga mineira, Renata!!! Aqui posso dizer que foi praticamente a realização de um sonho!!!

Ficamos um tempão conversando sem a tela do monitor interferindo...um momento esperado por anos...

Enfim, depois de varias fotos no quarto do hotel com a AC, fomos tomar um delicioso banho de piscina no hotel e voltamos pra jantar no shopping...

Fotos no hotel...

AC e Gab, indo pra piscinaAC e Gab - ao fundo, a maravilhosa vista do terraço do hotel

Com Re e Gab, na piscina...

AC foi dormir muito cansada...

Sábado, depois de um café maravilhoso e divertidíssimo, era então, o tal "Orkontrão BBBB", no condomínio onde mora a Andressa, no Horto do Ypê.

Brincando logo no cafe...

Bagunça formada no orkontro...

BBBBs reunidas (e Manu na pracinha com a Dona AC...)

Tirando o fato da AC estar muito cansada e impertinente, estava perfeito!!!

Dessa, Ká, Pathy, Mirella, Cris, Renata, Ana, Gisley e Muriel. AMO VCSSS!!!

Muitas crianças fazendo festa... e a AC reclamando!! Mell Dells, como reclamou!! Queria ficar na pracinha brincando sozinha ou então com crianças maiores, então os pequenos faziam a maior farra...

Mas tudo bem!

Mirella e Rodrigo foram nos levar de volta pro hotel, depois de esperarmos a famosa "enxente de SP" baixar... (nenhum dano pessoal!)

Fomos dormir mais podres ainda... mas antes, mais um banho de piscina e uma batatinha...



Domingo pela manhã, Aquário de São Paulo com BBBBs. Um lugar simplesmente indescritível!! AC e eu amamos cada cantinho.

Chegando

AC e o jacare albino

Deia

Renata

Super recomendo esse passeio, para quem tem ou não crianças!

Saindo de lá, segui com a Déia e as crianças para a Liberdade.

Fantástica aquela muvuca!! Amei as feirinhas e toda a "personalização" do bairro! Lindo demais!!

Sinto apenas por não estar mais sentindo meus braços a essa altura devido ao peso da AC, e acabei não conseguindo olhar a feirinha com a calma que gostaria.

Lá, acabei me separando da Déia e encontrei a Mafagafa Thays com seus bbs fofos! Conversamos um pouco e depois eles foram me levar de volta pro hotel! Até de metrô passeamos!!

Thays, Thales e Yasmim - Estaçao Liberdade

Cheguei no hotel com a AC desmaiada de tanto cansaço e eu quase perdendo os braços...

Seguimos pro aeroporto as 19:30.

Nem consegui me despedir direito da Renata. Tive a impressão que se eu ficasse mais 2 minutos perto dela eu ia acabar viajando de olhos inchados de tanto chorar...


E assim que acaba nosso passeio relâmpago à terra da garoa: com um voo noturno, no meio de uma tempestade de raios, alguma turbulência leve... e com a AC doida de saudades do papai...


DELÍCIA de momentos!!!


Bem, mas é claro, devo aqui deixar registradas as minhas considerações para passeios futuros:
- não sair com uma criança de menos de 3 anos, sem levar o carrinho de bebê;
- não sair mais com o sling, pois não consigo mais com o peso da AC;
- se possível, não sair sem o pai da criança;
- nunca esquecer o dramim na mala (obrigatório ter cumprido o primeiro item da lista)


Opa! Voltando das férias...

Depois de uns dias de férias, estou voltando...

Muita coisa acontecendo, então, vamos com calma...

Saudades de postar aqui!!!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Um pouco de tudo...

Não adianta esperar chegar o natal para analisarmos nossa vida.
Então vamos começar agora mesmo, analisando a primeira quinzena de 2010.
Ok, hoje não é dia 15! Mas como vou viajar dia 15 pela manhã sei que não vou conseguir postar até lá, vamos brincar de "faz-de-conta", ok?

Bem, tenho trabalhado feito um camêlo nesses primeiros dias!!! Isso é bom!! Estou ficando mais tempo off do orkut e facebook, coisa que pensei que jamais conseguiria fazer! hahahaha
Também me livrei da "Colheita Infeliz". Por sorte, resolveram fazer umas alterações no aplicativo e aproveitei pra cair fora e não entrar no tal "recomeço"... Agora, restam apenas duas fazendinhas pra cuidar: FarmVille (Facebook) e Minha Fazenda (Orkut).
Ponto pra mim!!!

Consegui vencer meu medo e egoísmo e permitir que a AC ficasse uma semana na praia com minha mãe e minha sogra.
É incrível, mas sobrevivi!!
Tudo bem, confesso que nos 2 primeiros dias pensei que eu fosse pirar... mas depois consegui relaxar e aproveitei esse tempo pra bater papo no MSN, ler e assistir Dexter.
Fui buscá-la no sábado a tarde e voltamos no domingo a tarde. Sem contratempos...
Adivinhem o que ela mais queria??? Ficar grudada no pai... mereço né?


Sampa!!

Bem, sexta irei viajar. Estou indo pra São Paulo pois faremos um orkontro. Rever algumas amigas e finalmente conhecer outras.
Confesso que estou com um pouco de receio por causa da chuvarada. Medo do trânsito, do voo... medos normais a todos aqueles que estão assistindo ao caos que está por lá através da mídia.
Acredito que vai dar tudo certo!


Férias!
Na próxima semana estarei em férias. Relativas, acredito eu. Meu telefone ficará ligado...
Vou aproveitar pra fazer uma consulta médica na terça, acompanhar minha mãe na última etapa do tratamento dela (quem acompanha o blog deve saber que ela teve um cêncer de mama e ainda está em tratamento) e vou aproveitar também para colocar em prática uma das minhas resoluções para 2010: quero destralhar um pouco mais a minha casa. Doar tudo que eu não utilizo e que pode ser útil para alguém e colocar no lixo o que merece virar lixo...
Também preciso fazer a ecocardio na AC conforme a cardiopediatra solicitou. Preciso priorizar isso também e vou dar um jeito de fazer o exame na semana que vem.
Se sobrar tempo, talvez eu vá alguns dias pra praia, ainda não tenho nada definido.